sábado, outubro 27, 2007

Fisioterapeuta a cinco euros à hora...

Sim, é um facto! Chegámos ao ponto mais negro da nossa profissão. Na clínica Moifisa, onde trabalhou uma grande amiga minha e excelente fisioterapeuta durante uns anos, despediu a sua fisioterapeuta quando a coisa "não estava a render" (parece que tratar dez doentes à hora não era suficiente) e, agora, colocaram uma nova fisioterapeuta a cinco euros à hora. Era mesmo eu que iria trabalhar por tal quantia... Por cinco euros à hora, prefiro lavar escadas (aliás, receberia mais do que isso...)! Não há dúvidas de que os fisioterapeutas são os principais culpados de todos estes acontecimentos. Mais do que o fisiatra da respectiva clínica, o qual paga esta riqueza à funcionária, a culpa maior é mesmo da própria profissional que desceu ao ponto a que desceu. E parece que no Norte andam a entregar currículos nos quais o terapeuta refere que quer trabalhar e que não se importa de receber menos do que o terapeuta que lá trabalha... Não há mesmo dúvidas nenhumas: os fisioterapeutas são mesmo leais e moralmente íntegros! Já nem a Vergonha é suficiente... A propósito... ouvi dizer que cinco euros à hora é também o que um terapeuta ganha na Global Fisio. E é isto o que pagam numa empresa gerida pelo Sr. Dr. Luís Marques, fisioterapeuta de grande "dote ético" o qual advoga que, na sua empresa, "ser bom não é suficiente" (sic). Sim senhor! Se acrescentarmos à nossa profissão os "ricos" fisioterapeutas que aparecem nos concursos de televisão a fazerem "lindas figuras" culturais (como o que ontem apareceu no concurso "Sabe mais do que um miúdo de dez anos?" - aliás, concurso já por si estúpido e estupidificante), então posso dizer que a nossa profissão atingiu o Nirvana da excelência...

10 comentários:

Anónimo disse...

Olá

Vejo tanto disparate nos ginásios...

Optei por fazer eu mesma o meu esquema no ginásio...

Misturo Pilates com musculação...
Preciso de umas dicas...
Achei muito esclarecedor este blog..

Ana Cristina

Anónimo disse...

5 euros a hora?????? Nossa nem aqui no Brasil cobramos o equivalente a isto!!!!Isso equivale mais ou menos ao que os planos de saúde pagam o profissional credenciado. Já atender 10 pacientes por hora, já vi quase isso na maioria das clínicas. Mas felizmente esta não é minha filosofia de trabalho. Atendo um paciente por vez, não me importando quanto isto vai me render no fim do mês. O que importa é fazer meu trabalho bem feito e atender bem cada paciente, individualmente,e dar a devida atenção que cada um merece. E não atendo por convênio, porque com apenas um paciente, tiro numa consulta o que levaria atendendo dois pacientes de convênio.

Chris disse...

Olá, Luis

Há tempos não venho escrever aqui em seu blog. Criei um blog novo, divulgando meu local de trabalho e queria pedir que me ajudasse a divulgá-lo, uma vez que muitas pessoas acessam o seu blog. Visite-o depois. O endereço é: www.ptoequilibrio.blogspot.com

Abraços,
Chris

Anónimo disse...

Oi
é facil contar vantagem quando está trabalhando mesmo que ande a fazer outras coisas que não Fisioterapia. Mesmo a 5 euros quem me dera a mim arranjar emprego, há 1 ano que não consigo.

Y. Santos

Cristina disse...

Nos dias que correm, se estás desempregado ou te sujeitas ao que te oferecem ou então fica posto de parte , pois há mais quem queira!
Eu tenho uma casa a pagar e uma filha para sustentar, que remédio tenho eu se não aceitar os 5 € /hora e fazer 8/10 pacientes por hora!
Vai totalmente contra a minha forma de trabalhar, mas se não o fizer, há logo alguém que o faz por mim.
Infelizmente é o dia a dia que estamos a viver!
Se não te sujeitas, dá graças a deus, pois não precisas!
Mas quem precisa tem de se sujeitar.
E se não quiseres trabalhar dessa forma, sabes o que me disseram a mim: "há muitos técnicos auxiliares que fazem exactamente a mesma coisa que tu, e que se sujeitam a receber o que lhes quisermos pagar.A clinica tem de ser rentabilizada pois houve um grande investimento e não outra forma de se rentabilizar, pois temos contas a pagar e não falhamos com os ordenados ao fim do mês"
E o que é certo no meio disto tudo é que chegam ao ultimo dia do mês e tem o cheque para os funcionários.
Enquanto no ultimo sítio onde trabalhei, apesar de pagarem melhor, tive de me vir embora pois já tinha alguns salários em atraso!
E não vivo sem dinheiro!
Um bem haja!
Cristina Neves

Luís Coelho disse...

Na clínica onde trabalho, já esteve a trabalhar uma empregada de limpeza por 7 euros/hora. Por 5 euros/hora preferia limpar escadas... Seria menos humilhante...

Anónimo disse...

Se achas humilhante ser pago a 5€/hora porque não contribuis para a criação de novos postos de trabalho para que não existam colegas que precisem de aceitar esta remuneração...? Ao invés de criticar quem o faz por pura necessidade (já alguma vez passaste fome por não ter 5€ comer...?), constrói algo com o que tens para que a nossa profissão cresça.

Anónimo disse...

O ultimo colega que comentou deixou uma boa ideia!
Se acha desprestigiante trabalhar por 5€/ hora, arranje forma de criar postos de trabalho a ganhar mais.Eu serei a primeira candidata!
E em relação ao facto de ser desprestigiante, o que andei eu a fazer ao estudar tantos anos e ter gasto tanto dinheiro aos meus pais que me pagaram os estudos?
Se não trabalhar dentro da area e fôr fazer limpezas, aí sim, vejo-me obrigada a esquecer mesmo a profissão, pois se for concorrer a outro posto de trabalho dentro da area e puser como experiencia profissional limpezas, aí de certeza que o meu C.V. será logo posto de parte.
Acho que devia ser mais humilde, e conseguir ver não so o seu lado, mas também os dos seus colegas, que realmente precisam de trabalhar para sobreviver.
Deus o ajude ,para que nunca tenha de estar numa situação em que tenha de se sujeitar a receber o que lhe querem pagar.
E parece-me a mim que não gosta tanto assim da profissão como quer aparentar,senão não faria a proposta de fazer limpezas, pois quem gosta daquilo que faz, tenta de qualquer forma trabalhar na area, nem que para isso tenha de passar a ferro em casa a noite para outros, para ganhar mais algum e poder continuar a investir no futuro como fisioterapeuta.
Acho que realmente não sabe o que é passar dificuldades, e amar-se aquilo que se faz!
Desculpe-me o desabafo,mas é muito revoltante a situação que a profissão está a tomar no nosso país.
Um bem haja e boas festas!
Cristina Neves.

Luís Coelho disse...

Enquanto alguns fisioterapeutas se prestarem a ser pagos a cinco euros à hora, então - aí sim - a profissão vai perder sempre mais respeitabilidade. Não devemos aceitar qualquer contexto de trabalho!

Anónimo disse...

Não devemos, mas num mundo ideal não precisaríamos de trabalhar.
Guess what? This is not a perfect world! A questão da respeitabilidade começa intra-profissionalmente, e se não consegues respeitar as pessoas que trabalham por necessidade, nesta profissão ou em qualquer outra, e que ainda amam a mesma, então desculpa-me, mas não te consegues dar a ti mesmo ao respeito... Como disse anteriormente, se és tão bem pago, porque não crias postos de trabalho, bem remunerados, para que NINGUÉM tenha de aceitar 5€/hora? Ou pensas que o fazemos porque até nos dá gozo...? Get real!